Stella Matutina

De Ocultura
Ir para navegação Ir para pesquisar

A Stella Matutina é uma Ordem iniciática dedicada a disseminação dos ensinamentos tradicionais da Hermetic Order of the Golden Dawn (Aurora Dourada) através do processo de iniciação. Entre 1900 e 1903, a Ordem externa da Stella Matutina era conhecida como Mystic Rose (Rosa Mística) ou Ordem de M.R. no Externo. Francis King, 1989, página 96.

Origens

Após uma revolta na primavera de 1903, a Ordem foi formada a partir do Templo Amoun, mudando o nome da Ordem Externa de Ordem Hermética da Aurora Dourada para Stella Matutina, por Robert Felkin, um doutor escocês, e outros membros de Londres. Dentre aqueles que ajudaram a formar a Stella Matutina estava John Brodie-Innes, apesar de que em pouco tempo fez as pazes com Samuel MacGregor Mathers e retornou à Ordem Hermética da Aurora Dourada, agora chamada Alpha et Omega.

A primeira postura de independência trouxe um comitê de doze pessoas para governar por um ano, mais tais desenvolvimentos forçaram-nos a perceber que isso estava longe de ser satisfatório. Com mesquinharias inconcebíveis e mais disputa, eles abandonaram todas as reformas e voltaram ao plano original de apontar três chefes para liderar governar.

Enquanto visitava a Nova Zelândia, Dr. Felkin e sua esposa estabeleceram um novo templo chamado Smaragdine Thalasses que foi intimamente associada com a New Zealand Province of the Societas Rosicruciana. Acreditavam que a estadia seria permanente, mas Sr. Meakin, que tomava o comando como chefe do Templo Amoun, faleceu no outono de 1912.

O Templo Amoun da Stella Matutina em Londres fechou suas portas em 1919. Isto foi devido a dois membros terem se tornado esquizofrênicos, um deles, sacerdote, mais tarde faleceu em um hospício.

Felkin estabeleceu a Whare Ra (maori para Casa do Sol), um templo da Stella Matutina, em sua casa em Havelock North, na região da Baía de Hawke. Durante os próximos anos, Felkin estabeleceu templos mais distantes: Loja Hermes em Bristol, The Secret College em Londres, e a Loja Merlin, também em Londres.

Em 1933, Israel Regardie juntou-se ao Templo Hermes em Bristol, e despediu-se do Templo Amoun em 1934, achando-o em um estado de desmoralização e queda. Muitas das Lições de Conhecimento originais foram "removidas ou pesadamente corrigidas, grandemente porque elas estavam além da capacidade dos chefes". Estes mesmos chefes clamaram graus "extremamente exaltadose", mas mostraram ineptidão e ignorância daquilo que eles ensinavam. Regardie, dando um exemplo, notou que ninguém no templo sabia como jogar Xadrez Enoquiano, na realidade o tabuleiro de xadrez da Ordem nunca havia sido usado. Ele construiu seu próprio tabuleiro e desafiou seus superiores na Ordem a jogar: todos recusaram com desculpas.

Por volta de 1939, a Stella Matutina tornou-se amplamente dormente, embora que o Templo Hermes tenha existido até 1970. Whare Ra continuou até 1978.

Declarando Independência

Do início absoluto, Felkin acreditava que a Ordem deveria de fato obter contato com os Chefes Secretos pelo uso de trabalho astral e comunicações que eram recebidas através também do transe ou escrita automática, assim como ele desejava que deveria haver unidade entre os rosacrucianos. Grande importância foi dada a essas menagens, que estavam vindo em números consideráveis, algumas das quais aprovaram fazer mudanças nos rituais. Felkin construiu novos graus para a Stella Matutina, dos quais incluiu Adeptus Major, Adeptus Exemptus e Magister templi, todos tendo semelhança aos graus IV, V e VI da Ordo Templi Orientis antes de Aleister Crowley reescrevê-los.

Neste ponto, de acordo com Francis King, os chefes do Templo Amoun eram viciados em mediunidade e viagens astrais. Sua interpretação das técnicas da Golden Dawn de projeção astral e viagem parecem ter derivado do grupo Sphere de Florence Farr.

Haviam duas entidades astrais principais contactadas. O primeiro grupo foi Rosacruciano, em que algumas vezes o médium acredutava ser controlado pelo próprio Christian Rosenkreuz. O segundo foi chamado Arabs, dito ser professores dos rosacrucianos. As ordens dadas por estes "Arabs" teve um efeito substancial nas políticas. Por exemplo, intruções recevidas no dia 9 de Janeiro de 1915 foram postas em efeito pela fundação da organização espiritual anglicanas dos curandeiros chamada Guilda de São Rafael, como Francis King anota, "eram todos sem exceção, membros da Stella Matutina".

Felkin não estava satisfeito com os encontros astrais conforme ele desejava por encontros físicos com os Chefes Secretos. De 1901 adiante, ele viajou extensivamente na esperança de encontrar autênticos rosacrucianos. Em 1906, ele acreditou ter encontrado o que ele buscava: um professor, a filha adotada dele e outro cavalheiro, todos que ele acreditava de fato serem rosacrucianos. A filha adotada do professor clamou ser sobrinha de Anna Sprengel (a Chefe Secreta que autorizou a fundação da Golden Dawn original), e também clamou que sua tia era membro da mesma organização assim como ela própria.

O grupo professado de rosacruciano que Felkin fez contato era guiado por Rudolf Steiner, fundador da Sociedade Antroposófica, e na época, permanecia cabeça da seção alemã da Sociedade Teosófica. King explica que isso não parecia como e este grupo fosse teosófico, nem qualquer form de antroposofia. Ele especula que, desde que Steiner também era na época o Chefe australiano da Ordo Templi Orientis, seu grau rosacruciano trazia semelhança com o primeiro grau da O.T.O. (antes de Crowley).

Membros conhecidos

Ver também

Referências

  • King, Francis (1989). Modern Ritual Magic: The Rise of Western Occultism. Avery Publishing Group. ISBN 1-85327-032-6
  • Llewelyn Encyclopedia: Golden Dawn Time Line
  • Regardie, Israel (1993). What you should know about the Golden Dawn (6th edition). New Falcon Publications. ISBN 1-56184-064-5