Rosa Cruz

"Nós, deputados do Colégio diretor dos Irmãos da Rosa Cruz, estamos ficando visível e invisivelmente nesta cidade pela Graça do Mais Alto, para o qual estão voltados os corações dos justos. Nós mostramos e ensinamos sem livros ou máscaras como falar a língua de todo país que desejamos estar, para trazer nossos companheiros para fora do erro da morte."

Com essa declaração, o Manifesto Fama Fraternitatis causou comoção na Alemanha, Inglaterra e França. A população da cidade passou a trancar suas portas com medo de um possível ataque. O medo dos "invisíveis" se espalhava.

Merriam Websters Dictionary.jpg Este artigo encontra-se parcialmente em língua estrangeira.
Ajude e colabore com a tradução.

Aleister Crowley sobre Rosacrucianismo

"There is in history only one movement whose object has been to organize the isolated adepts of the White School of Magick, and this movement was totally unconnected with religion, except in so far as it lent its influence to the reformers of the Christian church. Its appeal was not at all to the people. It merely offered to open up relations with, and communicate certain practical secrets of wisdom to, isolated men of science through Europe. This movement is generally known by the name of Rosicrucianism.

"The word arouses all sorts of regrettable correspondences; but the adepts of the Society have never worried themselves in the least about the abuse of their name for the purposes of charlatanism, or about the attacks directed against them by envious critics. Indeed, so wisely have they concealed their activities that some modern scholars of the shallower type have declared that no such movement ever existed, that it was a kind of practical joke played upon the curiosity of the credulous Middle Ages. It is at least certain that, since the original proclamations, no official publications have been put forward. The essential secrets have been maintained inviolate. If, during the last few years, a considerable number of documents have been published by them, though not in their name, it is on account of the impending crisis to civilization, of which mention will later be made.

"There is no good purpose, even were there license, to discuss the nature of the basis of scientific attainment which is the core of the doctrines of the Society. It is only necessary to point out that its correspondence with alchemy is the one genuine fact on the subject which has been allowed to transpire; for the Rosicrucian, as indicated by his central symbol, the barren cross on which he has made a rose to flower, occupies himself primarily with spiritual and physiological alchemy. Taking for 'The First Matter of the Work' a neutral or inert substance (it is constantly described as the commonest and least valued thing on earth, and may actually connote any substance whatever) he deliberately poisons it, so to speak, bringing it to a stage of transmutation generally called the Black Dragon, and he proceeds to work upon this virulent poison until he obtains the perfection theoretically possible." --Magick Without Tears chapter VIII

"It is here desirable to warn the reader against the numerous false orders which have impudently assumed the name of Rosicrucian. The Masonic Societas Rosicruciana is honest and harmless; and makes no false pretences; if its members happen as a rule to be pompous busy-bodies, enlarging the borders of their phylacteries, and scrupulous about cleansing the outside of the cup and the platter; if the masks of the Officers in their Mysteries suggest the Owl, the Cat, the Parrot, and the Cuckoo, while the Robe of their Chief Magus is a Lion's Skin, that is their affair. But those orders run by persons 'claiming' to represent the True Ancient Fraternity are common swindles. The representatives of the late S. L. Mathers (Count McGregor) are the phosphorescence of the rotten wood of a branch which was lopped off the tree at the end of the 19th century. Those of Papus (Dr. Encausse), Stanislas de Guaita and Peladan, merit respect as serious, but lack full knowledge and authority. The 'Ordo Rosae Crucis' is a mass of ignorance and falsehood, but this may be a deliberate device for masking itself. The test of any Order is its attitude towards the Law of Thelema. The True Order presents the True Symbols, but avoids attaching the True Name thereto; it is only when the Postulant has taken irrevocable Oaths and been received formally, that he discovers what Fraternity he has joined. If he have taken false symbols for true, and find himself magically pledged to a gang of rascals, so much the worse for him!" --Magick in Theory & Practice chapter XII

Tradução de: Aleister Crowley sobre Rosacrucianismo

"Há na história apenas um movimento, cujo objeto tenha sido a de organizar os adeptos isolados da Escola de Magia Branca, e esse movimento foi totalmente desvinculado com a religião, exceto na medida em que emprestou a sua influência para os reformadores da igreja cristã. Seu apelo não foi nada para o povo. Apenas ofereceu-se para abrir co-relações, e comunicar certos segredos práticos de sabedoria, sobre os homens isolados da ciência através da Europa. Este movimento é geralmente conhecido pelo nome de Rosacrucianismo.

"A palavra desperta todos os tipos de lamentações correspondentes, mas os adeptos dessa sociedade nunca preocuparam-se sequer com o abuso de seu nome para fins de charlatanismo, ou sobre os ataques dirigidos contra eles por críticos invejosos. Na verdade, tão sabiamente eles esconderam suas atividades que alguns estudiosos modernos do gênero superficial chegaram a declarar que jamais existiu algum movimento e que tudo era uma espécie de brincadeira lançada em cima da curiosidade dos crédulos da Idade Média. É ao menos certo que, desde a proclamação original, nenhuma das publicações oficiais foram apresentadas. Os segredos essenciais foram mantidos invioláveis. Se, durante os últimos anos, um número considerável de documentos foram publicados por eles, embora não em seu nome, é em virtude da iminente crise de civilização, de referir que, posteriormente, serão feitas.

"Não há nenhum bom propósito, mesmo que houvesse licença, para discutir a natureza da base de realização científica, que é o cerne das doutrinas da Sociedade. Só é necessário salientar que a sua correspondência com a alquimia é o fato de uma genuína sobre o assunto que tem sido admitida a transpirar, porque os Rosacruzes, tal como indicado por seu símbolo central, a cruz estéril em que ele fez uma rosa em flor, se ocupa principalmente com a alquimia espiritual e fisiológico Tomando por 'A primeira matéria'. substância do Trabalho 'neutros ou inerte' (ele é constantemente descrita como a coisa mais comum e menos valorizada do planeta, e pode realmente conotar qualquer substância que seja), ele deliberadamente envenena-o, por assim dizer, trazendo-a para uma fase de transmutação, geralmente chamado de Black Dragon (Dragão Negro), e ele passa a trabalhar sobre este veneno virulento até obter a perfeição teoricamente possível ". - Capítulo VIII "Magick Without Tears".

"É aqui oportuno advertir o leitor contra as inúmeras ordens falsas que descaradamente assumiram o nome de "Rosa-Cruz Maçônica". A Sociedade Rosacruciana é honesta e inofensiva; E não faz nenhum falso pretexto, se seus membros acometem uma regra a ser ocupada, ampliam-se as fronteiras dos seus filactérios, e cuidando com a limpeza do exterior do copo e do prato, se as máscaras dos Diretores em seus mistérios sugerem a coruja, o gato, o papagaio, e o cuco, enquanto a vestimenta de seu Chefe, "o Mago" é uma pele de leão, que é o seu caso. Mas essas ordens dirigidas por pessoas "reclamando" para representar A Verdadeira Antiga Fraternidade são fraudes comuns. Os representantes tardios SL Mathers, (Conde McGregor) é a fosforescência da madeira podre de um ramo que foi decepado da árvore, no final do século 19. Aqueles de Papus (Dr. Encausse), Stanislas de Guaita e Péladan, merecem respeito como sérios, mas falta conhecimento e autoridade. A "Ordem Rosae Crucis" é uma massa de ignorância e de mentira, mas isso pode ser um dispositivo deliberada para mascarar-se. O teste de toda a ordem é a sua atitude em relação à Lei de Thelema. A verdadeira ordem apresenta os verdadeiros símbolos, mas evita fixar o respectivo nome verdadeiro, é apenas quando o postulante toma Juramentos irrevogáveis e é recebido formalmente, que ele descobre que ele entrou na Fraternidade. Se ele tiver tomado símbolos falsos como verdadeiros, e encontrar-se magicamente comprometido à um bando de malandros, tanto pior para ele! "- Magia em Teoria & Prática capítulo XII.

Referências


   Esta página foi acessada 5 549 vezes.
O Ocultura utiliza o MediaWiki Valid XHTML 1.0 Transitional Valid CSS!