Destruição de Jerusalém

De Ocultura
Ir para navegação Ir para pesquisar
01-100.jpg

Este artigo é somente um esboço para um artigo maior.
Quer ajudar a Ocultura? Acrescente alguma informação!

A primeira destruição de Jerusalém data do ano 586 a.C.. Nesta época Israel era um reino vasalo pertencente à Babilônia, cujo rei era Nabucodonosor.

A segunda destruição se deu em 70 d.C., evento conclusivo da Grande Revolta Judaica. Os romanos liderados pelo general Tito arrasaram Jerusalém, Cidade da Paz, fundada por Davi como sede do reino de Israel. Foi quando os judeus sobreviventes partiram para uma "diáspora" que se prolongaria até ao século XX. Na verdade já havia comunidades judaicas nas maiores cidades do Império Romano. Depois de quase dois milênios, teve início o movimento sionista no fim do século XIX. Milhares de judeus foram comprando terras dos palestinos. Nunca lhes faltaram recursos. No século passado constituíram um exército clandestino, dispostos a reconstruir o Estado de Israel, o que veio a acontecer em 1948, sendo reconhecido pela Organização das Nações Unidas.