Isis stand by

De Ocultura
Ir para navegação Ir para pesquisar

Mito de Ísis e Rá.

Rá era o grande criador,do ceu, terra, homens, deuses e toda especie de animais. Rei dos homens e deuses, sendo infinitamente variado em suas formas e seus propositos. Dotado de muitos nomes, e alguns tão secretos que mesmo os deuses desconheciam. Ísis porem, sentia ciumes da onipotencia de Rá. Havia assumido a forma de uma mulher e se tornou extremamente persuasiva e muito habilidosa com as palavras. Mas por infelicidade essa época havia tomado antipatia pela humanidade e voltou seus interesses inteiramente para os milhões de deuses e para as miriades de formas divinas. Começoe então a pensar em como seria se reinasse no lugar de Rá, nos ceus e na Terra. Decidida a conseguir, pensou em muitos meios pelos quais tomaria o trono do grande Rá, mas uma vitoria material não seria o suficiente. Tinha ainda que conseguir integridade moral, na qual Rá nao pudesse interferir. Depois de longo tempo concluiu que teria exito descobrindo o nome secreto de Rá, uma vez certa disso nada a deteria. Todos os dias , Rá seguia em sua barca divina acompanhados por divindades menores e seres divinos menores, e se estabelecia nos tronos dos dois horizontes. Nessa epoca, porem, ja estava muito velho e o seu comportamento era senil, dessa forma costumava babar-se. Sendo assim, um dia passando deixou cair saliva no chão, e Ísis que estava atras dele recolheu sua saliva misturada a terra. Com essa essencia fez uma especie de argila e modelou uma serpente em forma de seta. Enquanto a serpente estava em sua mão,ela permanecia sem vida e, dessa forma Ísis a deixou em um trecho por onde a barca de Rá passaria em sua jornada diaria atraves da Terra. Quando o grande Rá acompanhado pelo seu cortejo passava pelo lugar previsto, a serpente ganhou vida. E possuida pela magia de Ísis cravou os dentes em Rá, e o mesmo soltou um pavoroso grito que cortou os ceus, e indagou: "O que foi isso?" e a pergunta foi repetida por todo o cortejo. Mas o grande deus não podia mais responder, uma fraqueza profunda tomava conta do seu corpo, os dentes batiam, braços e pernas tremiam, e o veneno da serpente ja havia se apossado de Rá. Ao chão sofrendo de fortes espasmos, o cena aflitiva mostrava que ele ja não se parecia mais com o grande senhor da criação. Por muito tempo permaneceu ali indefeso, sem poder fazer coisa alguma. Mas com tremendo esforço conseguiu reunir energia para chamar a todos que o cercavam e disse: " Vinde para perto de mim, todos vos que fostes criados dos meus membros, todos que nasceste de mim, e eu direi o que aconteceu." Quando todos estavam reunidos e voltavam suas atençoes para ele Rá continuou: " Fui ferido por algo mortifero. Sei em meu coração que essa é a verdade, embora meu olhos não tivessem visto o que foi e minha mão nada tivesse alcançado. Tenho certeza que nenhum de vos teria feito tão terrivel coisa comigo. Mas digo que dor assim nunca havia sentido, não é possivel uma dor maior." No auge de sua pira, começou a lembrar aos deuses quem exatamente ele era, repetia suas origens divinas e sua linhagem.Declarou tambem que seu pai havia lhe dado o nome e que ra um deus de muitos nomes: " Meu pai e minha mãe prnunciaram meu nome e este foi escondido no meu corpo para que ninguem jamais pudesse me enfeitiçar.Sai do meu santuario como sempre faço e comecei a jornada pela terra que criei, e derrepente, alguem ou algo me atacou. Meu coração queima e meu corpo treme. Por favor, chamem ate aqui meus filhos, em especial os deuses que tenham conhecimento em magia, que saibam falar inteligentemente e tenham um conheciemento que seja capaz de penetrar ate os ceus." Sua mensagem foi transmitida e os deuses, filhos de Rá, começaram a reunir-se. Chegavam de todo canto do universo, num estado de grande duvida, poucos sabiam o que lhe ocorrera, e se aquele era realmente seu leito de morte... Então alguns se aproximavam para chorar o pai, mas entre eles estava Ísis, e ela chegou equipada com sua magia e com a boca pronta para ministrar o sopro da vida. Ísis com seus encantamentos e formulas poderia afastar todos os males e fazer reviver os mortos. Disse então a Rá: " O que acontece contigo meu pai? Alguma serpente lhe injetou veneno? Alguma das criaturas que criaste se levantou contra ti? Não ha duvidas que isso pode ser destruido com o encantamento certo, se tu me permitir posso acabar com isso." Em resposta Rá disse que havia saido para ver as terras que criara e como fora mordido. Algo que ele não havia visto.