Usuário:Dyulax

De Ocultura
Revisão de 17h33min de 17 de setembro de 2009 por Dyulax (discussão | contribs)
Ir para navegação Ir para pesquisar
Dois problemas se misturam, a verdade do universo e a prestação que vai vencer

Faze o que tu queres há de ser tudo da Lei

Resumo dos tropeços

Meu nome é Alan Michel Willms Quinot, nasci em Chapecó - SC, onde ainda resido, no Anno iii18 da Era Thelêmica, Sol 17° Pisces, Luna 23° Pisces, às 10:50 PM.

Fui atraído ao estudo do Ocultismo no começo de 2005, quando li algo sobre a Magia Enochiana de John Dee. O que me fascinou foi a terrível coincidência do termo "Enoquiano", pois quando mais novo eu havia criado uma história sobre um livro chamado Hongosawa, que tinha o poder de evocar os demônios "Eniqueanos" - notem a semelhança nos termos.

Na mesma época, devido ao parco material sobre o sistema Enoquiano, acabei começando a estudar a religião Wicca devido à influência de um amigo. Acabei conhecendo um bruxo e escritor de livros sobre este tema (que na época parecia ser uma autoridade no assunto), e fui direcionado às obras de Gerald Brosseau Gardner. Este, por sua vez, puxava muito o saco de um tal Aleister Crowley em seus livros. Pensei comigo: "porra, esse cara deve ser importante!"

Pra incentivar ainda mais, algum tempo depois fiquei amigo de um cara que se amarra no Raul Seixas (salve!). Acabei comentando algo sobre Crowley, e ele me disse que também já tinha ouvido falar. Foi só questão de tempo até que nós encontrássemos o tal Liber AL Vel Legis - O Livro da Lei.

Mas a coisa só explodiu mesmo quando, lendo o inflado perfil do tal "bruxo", encontrei o nome de uma tal fraternidade que me chamou a atenção: ASTRVM ARGENTVM. Fui perguntar o que era, e o figuraça me passou o endereço de um site sobre a A.'.A.'., onde pude ler uma porrada de livros e ensaios acerca da Obra de Therion.

Devorei tudo o que eu pude, até que em Março de 2006 e.v. tive contato com um Probacionista da A.'.A.'. que após algum tempo me apresentou a um Neófito (valeu, Arjuna!).

Atualmente tenho colaborado com a divulgação da Lei de Thelema através do desenvolvimento de projetos tais como o Ocultura; a tradução de algumas obras e atualizações da biblioteca thelêmica http://www.hadnu.com; e através da secretaria do Collegium ad Lux et Nox.

Sex'n Roll

A Besta 666 ordena pela Sua autoridade que todo homem, e toda mulher, e toda pessoa do sexo intermediário, será absolutamente livre para interpretar e comunicar seu Ser por meio de quaisquer práticas sexuais que sejam, quer diretas ou indiretas, racionais ou simbólicas, fisiológicamente, eticamente, ou teológicamente aprovadas ou não, contanto apenas que todas as partes de qualquer ato estejam completamente cônscias de todas as implicações e responsabilidades envolvidas, e concordem de todo coração em executar o ato.-->
Unicursal user.gif Esse usuário é um membro do Projeto Thelema.


Amor é a lei, amor sob vontade

Frater S.R.