Jane Wolf

De Ocultura
Revisão de 15h06min de 17 de outubro de 2010 por Dyulax (discussão | contribs)
Ir para navegação Ir para pesquisar
Merriam Websters Dictionary.jpg Este artigo encontra-se parcialmente em língua estrangeira.
Ajude e colabore com a tradução.
Jane Wolf

Jane Wolfe (21/03/1875 - 29/03/1958), mais conhecida como Soror Estai, foi uma atriz do cinema mudo e membro da A.·. A.·.. e O.T.O..

Biografia

Uma descendente de imigrantes alemães, Wolfe nasceu em St. Petersburg, Pensilvânia. Ainda jovem foi para Nova Iorque para seguir uma carreia no teatro, mas logo se envolveu com atuações na indústria de cinema, que ainda estava começando na época. Ela fez sua estréia em filmes em 1910 aos 35 anos, com a Kalem Studios em "A Lad from Old Ireland" sob direção de Sidney Olcott. Em 1911, ela fez parte da equipe da Kalem em Nova Iorque, e depois mudou-se para as novas instalações da compania em Los Angeles. She went on to become one of the leading character actors of the decade, appearing in more than one hundred films including an important secondary role in the 1917 Mary Pickford film, "Rebecca of Sunnybrook Farm".

Em 1918, Jane Wolfe começou a trocar correspondências com o autor e ocultista inglês Aleister Crowley, e dois anos mais tarde ela largou sua carreira em Hollywood para se juntar a Crowley em sua Abadia de Thelema em Cefalù, na Sicília. Jane Wolfe é considerada uma importante figura feminina em magick, incluindo ter sido uma das fundadores da Loja Ágape da Ordo Templi Orientis no sul da Califórnia além de ter sido mestre da loja.

Após ficar fora das telas por 17 anos, em 1937 Jane Wolfe fez um pequeno papel em um B-movie Western.

Jane Wolfe faleceu em Glendale, Califórnia, em 1958.

Jane Wolf e Crowley

Jane Wolf na Abadia de Scefalu, na Itália

Jane Wolf conviveu com Aleister Crowley nos anos 20, residindo na Abadia de Thelema, em Cefalú.

Foi admitida por Crowley como Probacionista em 1921, em Cefalú, porém, demorou anos até vir a saber, por uma carta do mesmo, que havia tornado-se uma Neófita. Ela adimitiu, posteriormente à morte de seu instrutor, que tinha dúvidas se realmente havia alcançado a sephirah de Yesod.

Uma discípula chamada Phyllis Seckler (Soror Meral), deu continuidade a sua obra fundando na década de 70 o College of Thelema, uma organização à serviço da A.·. A.·..

Ver também

Referências