Egiptologia

De Ocultura
Revisão de 08h35min de 22 de julho de 2008 por Dyulax (discussão | contribs)
Ir para navegação Ir para pesquisar
Pgs espalhadas.jpg

Este artigo apresenta-se em formato não-enciclopédico.
Ajude-nos a re-escrever este artigo!


Egyptiangods.jpg
A Enéade


Shu
Tefnut
Nut
Geb

Néftis
Osíris
Ísis
Set

A Ogdóade

Nu/Naunet
Amoun/Amaunet

Kuk/Kauket
Huh/Hauhet

Outros Deuses Egípcios

Anúbis
Anuket
Apófis
Apep
Ápis
Aten
Bast
Bés
Hadit
Hapi
Hathor
Hórus
Harpócrates
Khepri

Khonsu
Khnum
Maat
Mentu
Neith
Nuit
Ptah
Sebek
Sekhmet
Seshet
Tahuti
Tawaret
Tum

Quem são os Neteru? Neteru é um princípio divino, é como os egipicios se referiam aos deuses, no singular, querendo se referir a um princípio apenas, é neter, e quando este princípio é feminino, fica neteret.O sufixo ET refere-se sempre a palavras femininas. Os egipicios não adoravam o Sol enquanto estrela em stritu sensu, muito menos adoração no sentido de subjulgação, como se eles fossem inferiores a estes deuses. Referenciavam, isto sim, o que o Sol representa, ou seja, luz, calor, vida, etc. Entretanto, cada neter possui vários aspectos, denotando várias facetas da mesma força~. Desta forma Rá, se manifesta como Heru, Kephra, Atum e até Osiris, que de acordo com a simbologia Iniciática egipcia, é o Rei(Faraó) do Submundo. Todos os neteru são considerados como emanações de Amem Rá, o Grande Sol Oculto,o Sol por tráz do Sol. Este, tem em Atum Rá, sua primeira emanação, mas ainda não é manifesta. É Atum quem se desdobra nos mais diversos neteru, ou deuses. A adoraçao a estes princípios divinos é muito mais uma reverencia ao grande Todo que existe em primeiro lugar no âmago de todo ser humano, é o homem conhecendo e reconhecendo sua origem divina, e se identificando como um neteru também. Pois é dito nos ensinamentos Iniciaticos do Antigo Egito, que ao vencer a roda das encarnações, todo ser humano asenta-se no seu lugar reservado na Cidade das Pirâmides,também conhecida pelos egipicios como Companhia dos Céus, Anu, ou tão somente On, em referencia ao som primordial da criaçao. O homem toma seu lugar então como um neter, com um laço eterno com Atum, do qual um dia se desbobrou.