Arthur Edward Waite

De Ocultura
Revisão de 15h54min de 22 de setembro de 2008 por Deldebbio (discussão | contribs) (Relação de Crowley com Waite)
(dif) ← Edição anterior | Revisão atual (dif) | Versão posterior → (dif)
Ir para navegação Ir para pesquisar
Merriam Websters Dictionary.jpg Este artigo encontra-se parcialmente em língua estrangeira.
Ajude e colabore com a tradução.
Arthur Edward Waite

Arthur Edward Waite (1857-1942) foi um ocultista co-criador do Tarot "Rider-Waite", membro da Hermetic Order of the Golden Dawn e da Societas Rosicruciana in Anglia.

Vida e Obra

Nasceu na América, mas foi criado na Inglaterra, A.E. Waite ingressou na Hermetic Order of the Golden Dawn em 1891 e também entrou na Societas Rosicruciana in Anglia em 1902. Quando se tornou Grande Mestre da Ordem em 1903, mudando seu nome para Holy Order the Golden Dawn (Sagrada Ordem da Aurora Dourada) (ou possivelmente o Rito Independente e Retificado da Golden Dawn), muitos membros rejeitaram seu foco no misticismo sobre o magia e o grupo rival, Stella Matutina (Estrela da Manhã), se separou sob a incitação do poeta William Butler Yeats. A Golden Dawn foi rachada pelas rixas internas até a partida de Waite em 1914; um ano depois dele ter formado a Fellowship of the Rosy Cross. Naquele tempo havia uma meia-dúzia de ramificações da Golden Dawn original e como um todo ela nunca se recuperou.

Waite foi um prolífico escritor de textos ocultistas sobre assuntos tais como divinação, Rosacrucianismo, Maçonaria, "magia negra" e cerimonial, Qabalah e Alquimia; ele também traduziu e repblicou muitos trabalhos místicos e alquímicos importantes. Suas obras sobre o Santo Graal foram particularmente notáveis, elas foram influenciadas por sua amizade com Arthur Machen. Alguns de seus livros ainda se mantém em catálogo, como o "Book of Ceremonial Magic", "The Holy Kabbalah" e "New Encyclopedia of Freemasonry". Waite é mundialmente conhecido como um dos criadores do popular tarot chamado "Rider Waite", junto com o livro que o acompanha intitulado "Chave Pictográfica para o Tarot". este foi um dos primeiros decks a ilustrar completamente os 78 arcanos e não apenas os 22 Arcanos Maiores. Outra membro da Golden Dawn, Pamela Colman Smith, ilustrou os arcanos, e o tarot foi publicado em 1910.

Relação de Crowley com Waite

Quando Aleister Crowley ficou interessado no Ocultismo, seu primeiro livro estudado foi o Book of Black Magic and Pacts (Livro da Magia negra e dos Pactos), de Waite. Crowley escreveu para o autor pedindo concelhos sobre o que estudar, e Waite mandou que Crowley lesse A Nuvem sobre o Santuário, de Karl Von Eckartshausen, que o marcou profundamente. Na verdade a intenção de Waite era direcionar Crowley para Golden Dawn.

A.E. Waite mais velho

Muitos anos depois, após Crowley e Waite terem sido colegas na Golden Dawn, Crowley sujeitou Waite a numerosas críticas no The Equinox, muitas vezes com a pretensão fictícia de que Waite seria um "discípulo" de Crowley. Ele até mesmo publicou uma nota de óbito para Waite, mesmo com ele ainda vivo.

Quando escreveu suas memórias na década de 20, Crowley chamou Waite de "O único sobrevivente da Golden Dawn que ainda fingia levar o negócio adiante, apesar de ter substituído os rituais pomposos e bombásticos dos neófitos, fazendo com que o último fulgor de interesse fosse perdido para sempre".

Análise de trabalhos de Waite no The Equinox

Referências