Shaitan

De Ocultura
Ir para navegação Ir para pesquisar

Shaitan é o Deus dos Yazidistas. Ele é a forma caldéia de Set. O culto a Shaitan veio à tona na África Central e na região da Mesopotâmia, finalmente organizando-se na área do deserto da Síria ao longo da borda entre o Irã e o Iraque.

Yazidismo

Ele foi e é adorado por uma tribo chamada Yazidi (YZDI = 31), cujo fundador foi o profeta Yezid (YZD = 21). Através de Yezid eles receberam a escrita inspirada do Livro Negro. Nele, Shaitan diz: "Não diga meu nome, nem mencione meus atributos, para que vós não sejais culpados, pois vós não possuístes verdadeiro conhecimento disto; mas honre meu símbolo e imagem."

Shaitan e o Livro da Lei

Há uma profecia adiante de uma futura transmissão, um "livro escrito da Eternidade". Aleister Crowley considerava-se uma reencarnação de Yezid e o Liber AL como endo o "livro escrito da Eternidade" do modo que é ditado por uma entidade transdimensional.

Correlações

Shaitan é identificado com Set, El Shaddai, Aiwass, Hoor-paar-kraat, Hadit, e, mais distantemente, Shiva. Ele é estelar em natureza, identificado com Sothis / Sirius, a Estrela da Anunciação, que ascende sobre o horizonte anunciando a cheia anual do Nilo; a redenção ou inundação criativa da Água. Como Estrela, ele simboliza a fórmula mágica envolvendo o uso da Corrente Ofidiana em sua forma feminina.

Shaitan é o deus original, pré-existente, o deus além da ilusão do fim desta vida. Seus símbolos incluem o pavão, a serpente, a Serpente de Fogo, e a letra hebraica Shin. Ele é o Phallus de Osíris, que supera a Morte pela própria vibração das energias sexuais. Seu nome oculta o segredo da magia sexual.

Ele é a deidade que vigia a Ordália do Abismo da A.'.A.'. — o demônio que resume a força para trás do passado.

Em hebraico, seu nome soletra-se שטן (ShTN) e seu número é 359.