Quatro humores

De Ocultura
Ir para navegação Ir para pesquisar

A Teoria Humoral ou Teoria dos Quatro Humores constituiu o principal corpo de explicação racional da saúde e da doença entre o Século IV a.C. e o Século XVII. Também conhecida por teoria humoral hipocrática ou galénica, segue as teorias dominantes na escola de Kos, segundo as quais a vida era mantida pelo equilíbrio entre quatro humores: Sangue, Fleuma, Bílis Amarela e Bílis Negra, procedentes, respectivamente, do coração, cérebro, fígado e baço. Cada um destes humores teria diferentes qualidades: o sangue era quente e húmido, a fleuma era fria e húmida, a bílis quente e seca e a bílis negra fria e seca. Segundo o predomínio natural de um destes humores na constituição dos indivíduos, teríamos os diferentes tipos fisiológicos: o sanguíneo, o fleumático, o bilioso ou colérico e o melancólico. A doença seria devida a um desequilíbrio entre os humores, tendo como causa principal as alterações devidas aos alimentos, os quais, ao serem assimilados pelo organismo, davam origem aos quatro humores. Entre os alimentos, Hipócrates incluía a água e o ar. A febre seria devida à reacção do corpo para cozer os humores em excesso. O papel da terapêutica seria ajudar a physis a seguir os seus mecanismos normais, ajudando a expulsar o humor em excesso ou contrariando as suas qualidades.

Definição

O conceito de humor (khymós, em grego), na escola hipocrática, era de uma substância existente no organismo, necessária à manutenção da vida e da saúde. Inicialmente, fala-se em número indeterminado de humores. Posteriormente, verifica-se a tendência de simplificação, reduzindo-se o número de humores para quatro, com seu simbolismo totalizador. No livro Das doenças os humores são o sangue, a fleuma, a bílis amarela e a água. Na evolução dos conceitos, a água, que já figurava como um dos componentes do universo, é substituída pela bílis negra. Admite-se que a crença na existência de uma bílis negra tenha sido fruto da observação clínica nos casos de hematêmese, melena e hemoglobinúria.

No tratado Da natureza do homem, um dos mais tardios da coleção hipocrática, atribuída a Polybos, genro de Hipócrates, a bílis negra é definitivamente incorporada como um dos quatro humores essenciais ao organismo.

Segundo a doutrina dos quatro humores, o sangue é armazenado no fígado e levado ao coração, onde se aquece, sendo considerado quente e úmido; a fleuma, que compreende todas as secreções mucosas, provém do cérebro e é fria e úmida por natureza; a bílis amarela é secretada pelo fígado e é quente e seca, enquanto a bílis negra é produzida no baço e no estômago e é de natureza fria e seca.

A doutrina dos quatro humores encaixava-se perfeitamente na concepção filosófica da estrutura do universo. Estabeleceu-se uma correspondência entre os quatro humores com os quatro elementos (Terra, Ar, Fogo e Água), com as quatro qualidades (frio, quente, seco e úmido) e com as quatro estações do ano (inverno, primavera, verão e outono). O estado de saúde dependeria da exata proporção e da perfeita mistura dos quatro humores, que poderiam alterar-se por ação de causas externas ou internas. O excesso ou deficiência de qualquer dos humores, assim como o seu isolamento ou miscigenação inadequada, causariam as doenças com o seu cortejo sintomático.

Tabela dos Humores e suas Associações

Do Sangue (Sanguis)
vem:
sanguine, significando "resistente, confidente, otimista, alegre, feliz."
Da Bílis Amarela
(Bilis, Kholê) e suas associações vem:
bílis, significando "a qualidade ou estado do ser irascível";colérico, significando "irritado, irado, irascível"; bile, significando "inclinação a irritar-se, raiva (baço)"; bilioso (mau humor), significando "pevish, ruim"; amargo, significando "bitterness, rancor, insolence"; spleen, significando "malevolência misturada & mau temperamentado"; e ictérico (invejoso), significando "inveja, distaste, hostilidade."
Do Fleuma (Phlegma)
vem:
fleumático, significando "lento, estólido, indiferença, impassivo."
E da Bílis Negra
(Melancholia) vem:
melancólico, significando "depressivo, tendência à depressão os espíritos, irascivel, triste, abatido."

Observe que a passividade dos humores "frios", Fleuma e Bílis Negra, contrastam com a atividade dos humores "quentes", Sangue e Bílis Amarela.

Veja também

Referências