Marcelo Motta

De Ocultura
(Redirecionado de Marcelo Ramos Motta)
Ir para navegação Ir para pesquisar
Marcelo Ramos Motta

Marcelo Ramos Motta (27/Jul/1931–26/Ago/1987) foi o primeiro escritor Thelêmico Brasileiro, membro da Astrum Argentum, e fundador da Sociedade Ordo Templi Orientis (S.O.T.O.).

Seu começo

Filho de Samuel Catarino Motta e Elzira Ramos Catarino Motta, Marcelo nasceu no Rio de Janeiro, no dia 27 de junho de 1931, e muito pouco é conhecido sobre sua infância, apenas que era de descendêcia germânica e que recebeu uma educação muito severa, educação esta que só veio a aumentar com a sua admissão à Academia Militar do Rio de Janeiro.

Seu pai era seguidor da doutrina de Allan Kardec e sua mãe era católica.

De acordo com Motta, com a idade de 11 anos ele diz ter lido os livros de Eliphas Levi, Papus, Blavatsky, Edward Bulwer-Lytton, Patânjali, Paracelsus e Arnold Krumm-Heller. Através da obra de Krumm-Heller, ele tornou-se muito interessado nos mistérios rosacrucianos. Mas o seu primeiro contato com uma "verdadera" organização rosacruciana, o ramo brasileiro da AMORC, não o deixou satisfeito, então começo sua busca por uma escola iniciática do tipo daquela encontrada no romance "Rose-Croix" de Krumm-Heller.

Motta tinha uma profunda aversão ao Catolicismo (a religião predominante no Brasil), que ele via como a perda da vontade de viver. Pelo resto de sua vida, esteve ocupado com uma visão do Anti-Cristo como ele o percebia: existente em Roma.

Durante sua estadia na academia militar, ele ficou interessado em Astrologia e Tarot, dentre outras coisas do gênero. Aos 17 anos, tomou contato com a Fraternitas Rosacruciana Antiqua, Ordem rosacruciana de Krumm-Heller onde Motta teve sua primeira iniciação, na mesma idade, em 1948. Tensões políticas locais o impeliram a mudar-se para a Europa, e de lá para os Estados Unidos. Sua missão nesta viagem, dada por um líder brasileiro da FRA, era encontrar-se com Parsival Krumm-Heller (filho de Arnond Krumm-Heller e líder oficial da FRA) e mediar o contato entre o grupo brasileiro e a liderança internacional.

O primeiro contato de Motta com Thelema foi através do livro de J. Symond chamado The Great Beast. Depois, nos Estados Unidos, P. Krumm-Heller apresentou Motta para Karl Germer, cabeça-externa da Ordo Templi Orientis na época. Germer deu a Motta a chance de escolher entre O.T.O. e A.'.A.'.. E a segunda destas foi escolhida.

Retornando para o Brasil em 1962, Motta traduziu e publicou o Liber Aleph, além de do Chamando os Filhos do Sol, a primeira publicação thelêmica publicada no Brasil. Entre este ano e 1987, Motta teve numerosos Estudantes na A.´.A.´. sob sua tutela, e tentou estabelecer uma Loja da O.T.O. no Brasil, apesar de nunca ter sido membro da Ordo Templi Orientis.

Marcelo Motta foi o Instrutor de dois Probacionistas muito famosos no Brasil: Paulo Coelho e Raul Seixas. Outro conhecido pupilo de Motta foi Euclydes Lacerda de Almeida, que fundou dois importantes grupos thelêmicos no Brasil, a Ordem dos Cavaleiros de Thelema e a Sociedade Novo Aeon.

Em 1978 Motta tentou tomar o controle da O.T.O. de Grady McMurtry. De acordo com muitas fontes, Germer ordeou que sua esposa, Sasha, que deixasse o controle da Ordem para Motta. Sasha escreveu uma carta para Motta para tal efeito, porém ele nunca a recebeu. Todavia, Motta tentou assumir a liderança da O.T.O., e em processo judicial nos Estados Unidos, clamou a liderança da Ordem e os direitos autorais da mesma, tendo seu pedido sido recusado. Ele fundou então a S. O.T.O., um grupo completamente distinto da Ordo Templi Orientis original.

Motta nunca teve estabilidade econômica, saltando de emprego em emprego, e ganhando a vida como professor de Inglês, além de receber ajuda de seus membros da S.O.T.O.. Faleceu no dia 26 de Agosto de 1987, na cidade de Teresópolis, aos 53 anos de idade, de causa desconhecida.

No Brasil, depois de sua morte, a divulgação de Thelema foi fortemente mantida por Frater Thor (Euclydes Lacerda de Almeida) e, mais tarde, por Frater QVIF (Marcos Pagani) quem mantiveram sua memória através da A.'.A.'. com seus respectivos descendentes.

Obras publicadas

Em Português:

  • O Equinócio dos Deuses (Liber ABA - parte IV)
  • Yoga e Magia (Liber ABA - parte I)
  • Magia e Misticismo (Liber ABA - parte II)
  • Ataque e Defesa Astral (de sua autoria)
  • Carta a um Maçom (de sua autoria)
  • Dos Propósitos Políticos da Ordem (de sua autoria)
  • Moral e Cívica Telêmicas (de sua autoria)

Em inglês:

  • Thelemic Magick Commented Unexpurgated Commented — Part I
  • Magick Without Tears Unexpurgated Commented— Part I
  • Magick Without Tears Unexpurgated Commented— Part II
  • The Equinox — Vol. V n. 4 — Sex and Religion
  • The Equinox — Vol. V n. 3 — The Chinese Texts of Magick and Mysticism
  • The Equinox — Vol. V n. 2
  • The Equinox — Vol. V n. 1 — The Commentaries of AL
  • Magick and Mysticism — Book Four Part II
  • Yoga and Magick — Book Four Part I
  • Liber AL vel Legis — The Book of the Law
  • Of the Political Aims of the O.T.O.
  • Letter to a Brazilian Mason
  • Thelemic Political Morality

Da série The Oriflamme, baseada na original da O.T.O.:

  • The Oriflamme Vol. VI Nº 1 - Yoga and Magick. Being Book Four Commented - Part 1
  • The Oriflamme Vol. VI Nº 2 - Magick and Mysticism: Being Book Four Commented - Part 2
  • The Oriflamme Vol. VI Nº 3 - Magick Without Tears Unexpurgated Commented - Part 1 - 1983 - Nashville
  • The Oriflamme Vol. VI Nº 4 - Magick Without Tears Unexpurgated Commented - Part 2 - 1984 - Nashville
  • The Oriflamme Vol. VI Nº 5 - Thelemic Magick Unexpurgated Commented Part 1 - 1987 - Nashville
  • The Oriflamme Vol. VI Nº 6 - Thelemic Magick Unexpurgated Commented Part 2 - 1991 - (póstuma, publicada por Daniel Ben Stone)

Linha do Tempo

1931

  • 27 de Junho - Marcelo Motta nasce na cidade do Rio de Janeiro.

1944

  • devota-se "a Serviço da Humanidade", como escreve na sua biografia.

1948

  • 19 de Agosto – inicia-se na FRA.

1952

  • decide sair do Brasil para Europa e depois E.U.A. Em Lisboa um livro chama atenção: "The Great Beast". Uma foto de Crowley no livro é a mesma que viu na FRA.
  • encontra Parsival Krumm-Heller. Fica impressionado ao ter, segundo ele, contato com um verdadeiro iniciado.
  • nos E.U.A. vai a Quakertown, PA, para encontrar R.S. Clymer (AMORC) mas conversa com o seu filho. Em seguida dirige-se a Nova York.

1953

1954

  • visita ao Brasil rapidamente. Pensa em oferecer duas traduções de livros de Aleister Crowley a editora Pensamento mas desiste.

1956

  • no final do ano visita Germer em Barstow, Califórnia a pedido do mesmo onde tem acesso total a sua biblioteca. Recebe dele o grau IXº O.T.O..

1957

  • chega ao grau de Neófito no primeiro semestre, pouco antes de casar, nos E.U.A. Com ajuda de sua esposa supera um grande ordálio pessoal.

1960

  • é detido pela policia americana durante 48 horas.
  • realiza o Juramento do Abismo e assume como a nova Besta como clímax da passagem ao grau de Mestre do Templo.

1961

  • separar-se da esposa e perde a guarda dos seus filhos, voltando assim, definitivamente ao Brasil.
  • 23 de Setembro – publica no Brasil e nos E.U.A. Liber Aleph gastando todas a suas economias.
  • 13 de Novembro – Germer escreve a Motta afirmando que seu discípulo uniu-se a corrente thelêmica. Prevendo a própria morte Germer, considera a transferência para o Brasil de sua biblioteca. Mais tarde, em Janeiro do ano seguinte, lembra que Frank Bennett possui uma também sendo útil Motta estar de posse da mesma.
  • 17 de Dezembro - em carta diz que, com a aprovação dos Chefes Secretos, 666 e Aiwass, torna-se a Besta Encarnada, O Sacerdote dos Príncipes, o cabeça da A.·.A.·.: "Aleister Crowley está morto e Adjuvo ascendeu ao seu lugar e obra. O Rei está morto; Deus salve o Rei".
  • 23 de Dezembro - Germer escreve a Motta repreendendo-o severa e ofensivamente por ter realizado o Juramento do Abismo.
  • 30 de Dezembro - em carta a Germer, revela o desejo de realizar o trabalho coletivo thelêmico com a Ordem de Thelema e não com a ordo templi orientis e a Igreja Católica Gnóstica. Confessa estar com dúvidas quanto a ser ou não a nova Besta: "Eu certamente posso estar errado, espero uma confirmação, ou não, da sua parte".

1962

  • 20 de Abril – Germer escreve a Motta oferecendo-o a permissão de trabalho dos três primeiros graus da ordo templi orientis e com a Ordem de Thelema. Esta carta nunca chega a Motta.
  • 30 de Maio - escreve a Germer dizendo que pretende iniciar um ramo da O.T.O no Brasil. Começou, pouco antes, a traduzir Liber 65.
  • 9 de Junho - Germer escreve a Motta esclarecendo as questões dos graus que o seu discípulo clamou ter alcançado, dando exemplo do ocorrido com Achad, Belarion, Majorie Cameron e outros referindo-se aos "Clubes dos Filhos Mágicos e Clubes das Babalons". Deixa a cargo dele se deseja se juntar ou não aos "clubes".
  • 5 de Julho - Motta escreve a Germer reconhecendo seus erros, principalmente em assumir o lugar de 666, submete-se a autoridade do seu instrutor, numa significativa manifestação de humildade.
  • 12 de Outubro – Germer, do hospital, escreve a Motta sua ultima carta.
  • 25 de Outubro - Karl Germer morre. Sua esposa escreve a Motta comunicando o fato. Motta responde não acreditando. Dia 30 ela confirma a morte.
  • 9 de Dezembro – Phyllis Seckler escreve a Motta sobre a Morte de Germer. Ambos trocam várias cartas e, numa delas, afirma que no testamento Motta é seu “herdeiro místico”. Segue-se uma confusão sobre os direitos da biblioteca. A distância, Motta pouco pode fazer ficando com os americanos os pertences de Germer e Crowley.

1963

  • 9 de Julho – escreve "Carta a um Maçon".

1964

  • entrega a Euclydes a tradução de "Comentários de AL".

1965

  • inicia no judô para treinar mente e corpo pois começa a duvidar de sua sanidade.
  • tem roteiros para televisão recusados.
  • encerra seu "período de loucura" iniciado em 1960, como dito no julgamento na Califórnia em 1985.

1967

  • realiza o Juramento do Abismo (novamente) após concluir as tarefas da primeira e segunda ordens da A.·.A.·.. Assume o grau XIº O.T.O.

1970

1972

  • começam experiências com Liber 231 concluindo em 1975.

1973

  • conhece Cláudia Canutto.

1974

  • 9 de Novembro - escreve a Euclydes orientando sobre a organização de Ordo Templi Orientis, referindo-se ao grupo que estava sendo criado: a Sociedade Novo Aeon.

1975

  • 22 de Setembro - publica nos E.U.A. "The Commentaries of Al" (The Equinox Vol.5 nº 1). Motta altera os comentários.

1976

  • 21 de Março – publica no Brasil "O Equinócio dos Deuses", Livro IV parte IV (sendo O Equinócio no Brasil, V. I, nº 1).
  • 11 de Maio - começa a reformular os rituais da ordo templi orientis por causa da publicação dos mesmos por Francis King.
  • 11 de Novembro - o DGIE (Departamento Geral de Investigações Especiais) recebe uma denúncia de que Motta seria "traficante de entorpecentes". É feita a investigação e nada é provado contra ele.
  • cria a F.A.A. Ordo Templi Orientis em Ribeirão Preto, SP (antes cria um grupo na cidade de São Paulo).

1977

  • Dezembro - Motta é informado que suas correspondências trocadas com Germer estão circulando entre seus desafetos americanos.

1979

  • funda a Loja Nuit em Ribeirão Preto, SP.

1980

  • 22 de Setembro - faz um trabalho em cima do I Ching.

1981

  • publica nos E.U.A. "The Equinox" Vol. V nº 4.

1982

  • Publica no Brasil "Magia e Misticismo", Livro IV Parte II.

1983

  • Motta entra com um processo contra a editora Samuel Weiser por infração de copyrights relativo a obra de Crowley, em Maine, Portland.

1984

  • Maio - decisão do julamento de Manine: Motta perde a causa.
  • 5 de Outubro - escreve o seu testamento em Tennessee, E.U.A.

1985

  • Julho - perde os direitos da ordo templi orientis no julgamento nos E.U.A. (Califórnia). Ali afirma que não tinha nenhuma atividade senão a luta pela ordo templi orientis Retorna ao Brasil inconformado.

1986

  • publica "Ataque e Defesa Astral".

1987

  • publica nos E.U.A. "Thelemic Magick Unexpurgated Commented, Part One" (The Oriflamme, Vol. VI, nº 5).
  • 26 de Agosto – falece em Teresópolis. Cláudia Canutto arca com as despesas do enterro.

Alguns ensaios de Marcelo Motta

Ligações Externas

Referências