Hermetic Brotherhood of Luxor

De Ocultura
Ir para navegação Ir para pesquisar

A Irmandade Hermética de Luxor foi uma ordem oculta iniciática que se tornou pública no final de 1884, apesar que de acordo com um documento da ordem <ref>Godwin et al, 1995, pp.92-97</ref> ela começou seus trabalhos em 1870. De acordo com esse documento, escrito por Peter Davison, a ordem foi estabelecida por Max Theon, que quando esteve na Inglaterra foi iniciado como um Neófito por "um sereno adepto, da eterna e antiga Ordem da H. B. of L. original" <ref>Godwin et al, 1995 p.95</ref>

A relação da Ordem, se há alguma, com a misteriosa "Irmandade de Luxor" que Blavatsky comentou, não está clara. <ref>Godwin et al, 1995, p.6</ref>

Theon assim tornou-se Grande Mestre do Círculo Externo da Ordem. Entretanto, aparte de sua função iniciática, ele parecia ter pouco a ver com o dia-a-dia da ordem, ou de seus ensinamentos. Ele parece ter deixado essas coisas para Peter Davidson, que foi o Grande Mestre Provinçal do Norte (Escócia) e mais tarde da Seção Oriental (America) também.

Os ensinamentos da Ordem advinham principalmente das teorias mágico-sexuais de Paschal Beverly Randolph que influenciou grupos, tais como Ordo Templi Orientis]] (O.T.O.) (mais tarde liderada por Aleister Crowley) (Greenfield 1997) embora não esteja claro se Randolph de fato fez ou não parte da Ordem.<ref>Godwin et al 1995, p.44</ref>

Antes do erguimento da Hermetic Order of the Golden Dawn em 1888, a HBoL era a única ordem que ensinava ocultismo prático na Tradição de Mistérios Ocidentais. Dentre seus membros estavam um número de ocultistas, espiritualistas e Teosofistas. Relações iniciais entre a Ordem e a Sociedade Teosófica foram cordiais, com a maioria dos membros da ordem e também com proeminentes membros da S.T.<ref>Godwin et al 1995, p.52</ref>

Mais tarde houve uma disputa, pois a Ordem foi oposta ao ensinamentos orientais da Blavatsky (Davidson considerava que Blavatsky tinha caído sob a influência de "uma grandiosa Ordem inferior, pertencente ao Culto dos Budistas [sic]"). Reciprocamente, a convicção em 1886 da Secretário da Ordem, Thomas Henry Burgoyne por fraude, foi declarada pelos Teosofistas mostrar a imoralidade da Ordem.

Links externos

Notas

<references/>

Referências

  • Joscelyn Godwin, Christian Chanel, and John Patrick Deveney, The Hermetic Brotherhood of Luxor: Initiatic and Historical Documents of an Order of Practical Occultism, Samuel Weiser 1995
  • T. Allen Greenfield. The Story of the Hermetic Brotherhood of Light. Looking Glass, 1997.