Eucaristia

De Ocultura
Ir para navegação Ir para pesquisar

Eucaristia, do grego eukharistia (εuχαριστiα), significa "reconhecimento", "ação de graças". Também a cerimónia é chamada de "Comunhão", "A Ceia do Senhor", "Santa Ceia", "Refeição Noturna do Senhor" ou "Comemoração da Morte de Cristo". É uma celebração em memória da morte sacrificial e ressurreição de Jesus Cristo. O evangelista Lucas registrou esse mandamento da seguinte forma: "E, tomando um pão, tendo dado graças, o partiu e lhes deu, dizendo: Isto é [ou significa] o meu corpo oferecido por vós; fazei isto em memória de mim. Semelhantemente, depois de cear, tomou o cálice, dizendo: Este é [ou significa] o cálice da Nova Aliança [ou Novo Pacto] no meu sangue derramado em favor de vós." (Lucas 22:19-20)

Hóstia

É a celebração nas Igrejas Cristãs no qual o cristão recebe o pão e o vinho, repetindo o que Cristo fez na sua Última Ceia, antes de ser entregue aos romanos por Judas Iscariotes, conforme a narração dos Evangelhos. Na ocasião, compartilhou com seus apóstolos pão e vinho, na época da celebração da Páscoa judaica (com pães ázimos), dizendo a eles "Tomai todos e comei, isto é [ou significa] o meu corpo que será entregue (...) Tomai todos e bebei, isto é [ou significa] o meu sangue (...) Fazei isto em memória de mim". (Mateus 26;26-29, Marcos 14:22-25, Lucas 22:19-20, I Coríntios 11:23-26)

Portanto, o pão usado na celebração representa o corpo sem pecado, que Cristo ofereceu na Cruz (em grego staúros) como resgate. O vinho representa seu sangue derramado (ou seja, a sua vida perfeita), para remissão da humanidade condenada ao pecado herdado e morte.

A Bíblia não é específica sobre quando ou quantas vezes ao ano se deve celebrar a "Santa Ceia". Algumas religiões cristãs celebram-na diariamente ou semanalmente (católicos romanos, Casa de Oração-Irmãos, Assembléias de Deus da Grã-Bretanha & Irlanda), outros mensalmente, bi-mensalmente, ou anualmente (Testemunhas de Jeová). A Eucaristia têm um profundo significado para os Cristãos, sendo celebrada por quase todas as denominações cristãs, excepto pelos Quakers, Exército de Salvação, Molokans e Doukhobors.

Significado e celebração

Igreja Católica Apostólica Romana

A Última Ceia, de Leonardo da Vinci (1452-1519)

Na Igreja Católica, a Eucaristia é um dos sete sacramentos. Segundo o Compêndio do Catecismo da Igreja Católica[1], a Eucaristia é " o próprio sacrifício do Corpo e do Sangue do Senhor Jesus, que Ele instituiu para perpetuar o sacrifício da cruz no decorrer dos séculos até ao seu regresso, confiando assim à sua Igreja o memorial da sua Morte e Ressurreição. É o sinal da unidade, o vínculo da caridade, o banquete pascal, em que se recebe Cristo, a alma se enche de graça e nos é dado o penhor da vida eterna." (n. 271).

Comungar ou receber a Comunão é nome dado ao ato pelo qual o fiel pode receber a sagrada hóstia sozinha, ou acompanhada do vinho consagrado, especialmente nas celebrações de Primeira eucaristia e Crisma. Segundo o Compêndio, "Para receber a sagrada Comunhão é preciso estar plenamente incorporado à Igreja católica e em estado de graça, isto é, sem consciência de pecado mortal. Quem tem consciência de ter cometido pecado grave deve receber o sacramento da Reconciliação antes da Comunhão. São também importante o espírito de recolhimento e de oração, a observância do jejum prescrito pela Igreja e ainda a atitude corporal (gestos, trajes), como sinal de respeito para com Cristo." (n. 291).

A Igreja Católica confessa a presença real de Cristo, em seu corpo, alma e Divindade após a transubstanciação do pão e do vinho, ou seja, a aparência peramence de pão e vinho, porém a substância se modifica, passa a ser o próprio Corpo e Sangue de Cristo.

Eucaristia também pode ser usado como sinônimo de hóstia consagrada, no Catolicismo. "Jesus Eucarístico" é como os católicos se referem a Jesus em sua presença na Eucaristia. "Comunhão" é como o sacramento é mais conhecido. As crianças farão a sua Primeira comunhão. "Comunhão Eucarística" é a participação na Eucaristia.

Também há uma adoração especial, chamada "adoração ao Santísisimo Sacramento" e um dia especial para celebrar a Eucaristia, o Dia do Corpo de Cristo (em lat. Corpus Christi).

Igrejas Ortodoxas, Luteranas e Anglicanas

Presença Real de Cristo, mas estabelecendo que não cabe ao ser humano buscar explicação no processo da presença de Cristo no pão e no vinho. Há quem atribua às Igrejas Luteranas a idéia da consubstanciação, ou seja presença Real de Cristo, com o pão e vinho não se modificando. Nas Igrejas Anglicanas, todos os crentes podem comungar. Na Igreja Ortodoxa, a comunhão é dada após os sacramentos do batismo e do crisma.

Protestantismo Evangélico

Símbolo do Sacrifício de Cristo, o pão e o vinho são celebrados em memória do ato de salvação de Jesus Cristo, sendo considerados símbolos.

Testemunhas de Jeová

A celebração da morte e ressurreição de Jesus Cristo realiza-se anualmente pelas Testemunhas de Jeová, segundo o calendário judaico, em 14 de Nisã, após o pôr-do-Sol. É comumente chamada de Comemoração da Morte de Cristo.

Veja também

Ligações externas

01-100.jpg

Este artigo é somente um esboço para um artigo maior.
Quer ajudar a Ocultura? Acrescente alguma informação!