Mudanças entre as edições de "Martinismo"

De Ocultura
Ir para navegação Ir para pesquisar
(A senda martinista)
(A senda martinista)
Linha 1: Linha 1:
A Ordem Martinista é uma Ordem iniciática e uma escola de cavalheirismo moral, com base essencialmente na mística cristã. [[Imagem:PantaculoPequeno.jpg]]Essa Ordem fraternal está aberta tanto a homens quanto a mulheres. Sua denominação vem do nome [[Louis-Cloude de Saint-Martin]]. Por ele a Ordem está ligada a uma tradição que tem raízes na Tradição Primordial, numa época em que o ser humano tinha o privilégio de comungar livremente com a Divindade, sem intermediações.
+
A Ordem Martinista é uma Ordem iniciática e uma escola de cavalheirismo moral, com base essencialmente na mística cristã. Essa Ordem fraternal está aberta tanto a homens quanto a mulheres. Sua denominação vem do nome [[Louis-Cloude de Saint-Martin]]. Por ele a Ordem está ligada a uma tradição que tem raízes na Tradição Primordial, numa época em que o ser humano tinha o privilégio de comungar livremente com a Divindade, sem intermediações.
  
 
==A senda martinista==
 
==A senda martinista==
Linha 6: Linha 6:
  
 
===Os ensinamentos martinistas===
 
===Os ensinamentos martinistas===
 +
 +
Os ensinamentos constituem para o martinista a nutrição pela qual ele vai fazer crescer o germe recebido em sua iniciação. A base dos ensinamentos martinistas assenta nos escritos de [[Louis-Claude de Saint-Martin]] e de [[Martinès de Pasqually]]. Dentre os assuntos propostos à reflexão contam-se os seguintes:
 +
 +
* Os símbolos místicos
 +
* A natureza tríplice do homem
 +
* O estudo esotérico do Gênesis
 +
* O livre-arbítrio e o destino
 +
* A lei quaternária
 +
* Reconciliação e reintegração
 +
* Os mundos visível e invisível
 +
* Os sonhos e a iniciação
 +
* A ciência dos números
 +
* A prece
 +
* Os ciclos da humanidade
 +
* A civilização e o Estado ideal
 +
* Arte, música e linguagem
 +
* A regeneração mística
 +
* O mundo elementar
 +
* O mundo dos Orbes
 +
* O mundo do Empíreo

Edição das 23h42min de 12 de outubro de 2007

A Ordem Martinista é uma Ordem iniciática e uma escola de cavalheirismo moral, com base essencialmente na mística cristã. Essa Ordem fraternal está aberta tanto a homens quanto a mulheres. Sua denominação vem do nome Louis-Cloude de Saint-Martin. Por ele a Ordem está ligada a uma tradição que tem raízes na Tradição Primordial, numa época em que o ser humano tinha o privilégio de comungar livremente com a Divindade, sem intermediações.

A senda martinista

Os martinistas se questionavam quanto à capacidade atual do ser humano para realizar essa união. Se, como indica a Bíblia, ele foi criado à imagem de Deus, como se explica sua deplorável situação atual? Essa pergunta leva os martinistas a estudar a história do ser humano desde sua emanação da imensidade divina até sua presente condição. Para eles o ser humano não pode conhecer sua natureza fundamental sem estudar as relações que existem entre Deus, o universo e ele próprio. O universo e o ser humano formam um todo, duas progressões ligadas uma à outra e evoluindo juntas. Por outro lado, a última etapa do conhecimento do homem deve levá-lo à última etapa de seu conhecimento da natureza. Mas se ele quer compreender sua verdadeira natureza é para Deus que deve se voltar, pois “...só nós podemos ler no Próprio Deus e nos compreender em Seu próprio esplendor...” Se o ser humano não mais está disposto a ceder a esse conhecimento, é porque cometeu o erro de tornar-se vazio de Deus e se perder no mundo das aparências, no mundo temporal. Tornou-se de certo modo adormecido para o mundo espiritual. Seu Templo interior está em ruínas.

Os ensinamentos martinistas

Os ensinamentos constituem para o martinista a nutrição pela qual ele vai fazer crescer o germe recebido em sua iniciação. A base dos ensinamentos martinistas assenta nos escritos de Louis-Claude de Saint-Martin e de Martinès de Pasqually. Dentre os assuntos propostos à reflexão contam-se os seguintes:

  • Os símbolos místicos
  • A natureza tríplice do homem
  • O estudo esotérico do Gênesis
  • O livre-arbítrio e o destino
  • A lei quaternária
  • Reconciliação e reintegração
  • Os mundos visível e invisível
  • Os sonhos e a iniciação
  • A ciência dos números
  • A prece
  • Os ciclos da humanidade
  • A civilização e o Estado ideal
  • Arte, música e linguagem
  • A regeneração mística
  • O mundo elementar
  • O mundo dos Orbes
  • O mundo do Empíreo