Philosophus

A introdução a este artigo oferece contexto insuficiente para aqueles não familiarizados com o assunto.
Por favor nos ajude a melhorar a introdução para atingir o padrão Ocultura de qualidade. Você pode discutir o assunto na página de discussão.

Babalon.jpg
Astrum Argentum

Estudante

Probacionista
G∴D∴

Neófito
Zelator
Practicus

Philosophus
Dominus Liminus
R∴C∴

Adeptus Minor
Adeptus Major

Adeptus Exemptus
Bebê do Abismo
S∴S∴

Magister Templi
Magus

Ipsissimus
Sin ele fogo.gif

Os deveres do Philosophus estão explícitos nos Libri 185, 13 e Uma Estrela à Vista porém cabem algumas considerações.

Philosophus é uma palavra que possui significado óbvio para os conhecedores da língua portuguesa. Deriva do grego philosophos, cujo significado corresponde a "amante da filosofia", "homem conhecedor da ciência" e, claro, filósofo.

Após o período de Practicus e após o ritual de iniciação, o candidato estará apto a tomar o juramento do grau, que podemos resumir o seu objetivo em "obter o controle das atrações e repulsões do meu próprio ser".

Este é o último grau oficial da primeira ordem e representa o término de uma jornada e a preparação para a próxima.

O candidato deve ser orientado por um superior na ordem, ao menos um Dominus Liminus.

Na Árvore da Vida, a consciência do Philosophus está em Netzach e um estudo sobre essa sephirah, o caminho XIII, e suas relações é indicado.

Outras informações são passadas pela tradição oral.


   Esta página foi acessada 4 838 vezes.
O Ocultura utiliza o MediaWiki Valid XHTML 1.0 Transitional Valid CSS!